quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009

Flor de Amor

Hoje apeteceu-me colher uma flor
Mas não uma flor qualquer
Uma flor cheia de cor
Uma flor para ficar até morrer,

Uma flor que nem todos conseguem ter
Porque está num lugar de assombração
Mas basta acreditar e crer
Para a encontrares no teu coração

António Silva - 9º C

4 comentários:

Antonio Silva disse...

Olá


Gostaria de agradecer a publicação de um dos meus poemas...


Beijos e Abraços

Antonio Silva

Ilaria disse...

Está mesmo lindo o poema (:

Gostei imenso *.*

Amizade disse...

LINDO , LINDO E LINDO TONY!


SEM PALAVRAS *.*

Anónimo disse...

mesmo lindo*