quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

Adeus, 2008!

Memórias indeléveis...

Ano de 2008, que connosco partilhaste
Felicidade, Angústia, Amor e Coragem...
Leva contigo, nesta “noite de passagem”,
Segredos nossos que tão bem guardaste...

E, nos momentos de profunda solidão,
Ao baú das memórias iremos buscar-te...
Recordaremos, então, o que de nós foi parte
E que outros anos jamais apagarão...

2 comentários:

Prof. António disse...

LINDO, LINDO, LINDO !!!

Nostálgico, triste, mas lindo.

Quem tão belos poemas escreve, merece, com certeza, apenas boas memórias...

UM BOM 2009

Luz disse...

Obrigado pela partilha destas palavras tão bem arrumadas.
Bom Ano 2009 e continuem a arrumar as palavras tão arrumadinhas como até aqui, pois passarpor aqui, faz bem aos olhos e à alma.
Luz