quarta-feira, 19 de março de 2008

No Dia do Pai... SAUDADE...



Uma pequena homenagem minha, escrita quando o meu pai "partiu".

(Ligar o som e clicar na seta)

Profª Mª João Marques

3 comentários:

Profª Matilde disse...

Colega Mª João:

Os homens só desaparecem quando desaparecer a última pessoa que deles se lembrar.

Quero associar-me à sua tristeza neste dia muito especial e dizer-lhe que foi com indisfarçável comoção que ouvi este belo poema tão bem recitado.

Bem haja.

Aspásia disse...

AMIGA JOÃO


SEI QUE TEMOS ANDADO ALGO AFASTADAS, TU SEM TEMPO P O TEU BLOG, E EU AGORA É QUE RECOMEÇO A TER MAIS UM POUCO DE TEMPO PARA ESTAS ANDANÇAS!

NESTE DIA NÃO POSSO DEIXAR DE TE VIR DAR UM BEIJINHO, POIS SEI QUE INFELIZMENTE J+A NÃO O PODES COMEMORAR NA COMPANHIA DE TÃO GRANDE HOMEM COMO FOI TEU PAI, DO QUAL EU JÁ ALGO CONHEÇO.
ALIÁS, PEÇO DESCULPA POR TE DAR A NOTÍCIA, NESTE ESPAÇO QUE NÃO É EXCLUSIVAMENTE TEU, DE QUE A AMIGA TD JÁ ME DEU A OBRA DE TEU PAI QUE ME TINHAS OFERECIDO E QUE MUIOT AGRADEÇO!

QTO A ESTE POEMA, MUITO BEM RECITADO PELO L.G., É SEMPRE UMA COMOÇÃO OUVI-LO. TU ÉS UMA GRANDE POETA E SEI QUE SÓ A FALTA DE TEMPO TE TEM IMPEDIDO DE DAR MAIS ESPAÇO A ESSE TEU TALENTO.

UM ABRAÇO APERTADO, QUERIDA!
DA TUA "CREADA DE DENTRO"
LEONOR

Prof. António disse...

Profª João:

Quem perde os seus bens, perde muito; quem perde um amigo, perde mais; mas quem perde a coragem, perde tudo.