quarta-feira, 26 de dezembro de 2007

Neste Natal...

Neste Natal

Neste Natal não peças só coisas boas porque,
Quem passou pela vida em branca nuvem
E em plácido repouso adormeceu...
Quem não sentiu o frio da desgraça,
Quem passou pela vida e não sofreu...
Foi espectro de homem, não foi homem,
Só passou pela vida, não viveu!

(Poema retirado
daqui)

3 comentários:

Prof. Tertuliano disse...

O sofrimento é inerente à condição humana. Costuma dizer-se que só ele purifica a alma... Não sei se assim será, mas que nos abre os olhos para o essencial em detrimento do supérfluo, isso é um facto.

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o que disse o Prof. Tertuliano.

Só tenho a acrescentar que, embora triste, é um poema lindíssimo !

Prof. Máximo Afonso disse...

Correndo o risco de ser acusado de plágio, a minha opinião dilui-se na dos comentadores anteriores.

E, tal como o anterior, só tenho a acrescentar uma coisa: já repararam no extremo bom gosto que ressalta da visualização dos últimos posts sobre o Natal ?

A quem os constrói, seja quem fôr, os meus sinceros parabéns