quarta-feira, 5 de dezembro de 2007

Se eu fosse uma nuvem...

Se eu fosse uma nuvem,
seria branquinha a valer,
regaria todos os jardins
e as plantas faria crescer.

Se eu fosse uma nuvem,
no céu lutaria com convicção,
para que na Terra
a água não fosse preocupação.

Pelo mundo correria
para me encher de gotinhas
e, logo que pudesse,
as lançaria às sementinhas.

Se eu fosse uma nuvem,
mil formas tomaria:
de urso, gaivota ou flor
muitas crianças felizes faria.

José Pedro Campos, nº11, 5ºG

3 comentários:

CLUBE DE LÍNGUA PORTUGUESA disse...

Olá, José Pedro :-)

Parabéns! O teu poema está muito bonito!
Adorei esta tua "nuvem" feita de paz, ternura e amor.
De certeza que tens um grande coração e vais fazer muitas pessoas felizes.

Um abraço

Anónimo disse...

Parabéns José Pedro, não só pelo poema mas também pelas nuvens.

Se todas fossem assim, o ar andaria menos poluído ... e nós também.

Anónimo disse...

Muitos Parabéns ao "meu" pequeno poeta!