terça-feira, 28 de abril de 2009

Mãe!



Mãe!

Mãe, está a chegar o teu dia!
Corri para casa com alegria.
Fui ao mealheiro,
Não tinha dinheiro.
Fui ao jardim,
Colhi uma rosa,
A mais formosa
Para te lembrares de mim.


Fábio André, nº 8, 6ºF

6 comentários:

BRISADAREOSA disse...

Deixamos o comentário apenas neste último post, mas os parabéns são extensivos a todos os outros alunos, autores destes belos poemas dedicados à Mãe.

PARABÉNS ! Estão excelentes.

IsabelPreto disse...

Parabéns a todos os alunos, que participaram nesta iniciativa!
Dá gosto, passear por aqui e deciciarmo-nos com estes poemas!

Prof. Paulino disse...

Atendendo ao dia que se aproxima procurava um poema e vim parar aqui. Fiquei encantado... Quanto talento!... tantos e tão bons poetas em casa...
Este post é coloado aqui mas é para todos os que participam neste blog. Parabéns a todos.

CLUBE DAS LÍNGUAS VIVAS disse...

E dizias tu que não serias capaz de fazer um poema...

Fizeste-o e muito bonito. Valeu a pena eu ter ido fazer a aula de substituição. :-)

Profª Mª João Marques

Prof.ª Margarida Rita disse...

Parabéns, Fábio

Que bom não teres dinheiro no mealheiro!
Colhe muitas rosas do jardim da tua vida e oferece-as à Mãe.
Continua a escrever.

Claudia disse...

Fábio foi com enorme orgulho que recebi o teu poema muito obrigada...
A rosa do meu jardim és tu.........