domingo, 16 de novembro de 2008

16 de Novembro - Dia Nacional do Mar

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

Fernando Pessoa

(Hoje, 16 de Novembro, celebra-se em Portugal o Dia Nacional do Mar. Neste dia, em 1994, entrou em vigor a Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM) que estabeleceu um novo quadro jurídico para o direito do mar. Ao ratificar a CNUDM, a 14 de Outubro de 1997, Portugal assumiu responsabilidades numa das áreas marítimas mais extensas da Europa, e a maior da União Europeia, com uma dimensão 18 vezes superior ao território nacional.)

2 comentários:

Profª Margarida Rita disse...

Penso que para falar do Mar, ninguém melhor do que F.Pessoa, e este poema é de um "peso" tal, que qualquer outro ficará sempre a "n anos luz" deste.

Mas se me dão licença, tenho aqui algumas palavras, de que gosto muito e que também falam do Mar...

CLUBE DAS LÍNGUAS VIVAS disse...

Boa noite, Profª Margarida Rita :-)

É sempre tão bom senti-la neste nosso "cantinho"! :-)

As "palavras" que nos deixou sobre o mar merecem aparecer destacadas num post.

Amanhã publicá-las-emos.

Fique connosco... Não nos deixe nunca. Precisamos de si :-)

Um beijo cheio de ternura*