terça-feira, 23 de outubro de 2007

Para os mais "pequeninos"...

O Ninho

Junto à porta de casa, tenho um loureiro,
Plantado, num vaso, pelo jardineiro.
Numa linda manhã, ao acordar,
Pareceu-me ouvir o loureiro cantar!

Desci as escadas, em correria fantástica
E espreitei a folhagem verde e aromática.
Visão divinal de infinito carinho:
Um ninho pequeno com um passarinho...

Nunca vira tão perto tamanha beleza.
Agradeci, comovida, à Mãe Natureza.
Para ter os seus ovos cor de marfim,
O passarinho escolhera o meu jardim.

O tempo passou e os “bebés” nasceram,
Entre as verdes folhas que os esconderam.
Cresceram, felizes, em paz e harmonia.
Com a mãe zelosa que os protegia.

Voavam hesitantes e ao ninho voltavam.
E sua felicidade, docemente, cantavam.
Numa linda manhã, não ouvi um pio.
Espreitei o ninho: estava triste, vazio...

Agora, quando, feliz, atravesso o portão,
Olho o ninho com infinita emoção.
E sorrindo, recordo, tão embevecida:
Aqui houve Amor, houve Paz, houve Vida.
Profª Mª João Marques

2 comentários:

Catarina disse...

Amor, Paz e Vida! São três palavras muito especias!!!

Gostei Muito!!!

Catarina, nº5, 7ºB

Profª Mª João Marques disse...

Boa noite, Catarina :-)

Muito obrigada.
De facto, estas são as três palavras-chave para a Felicidade plena.

Beijo grande*