quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Retratos com "alma"

É das pessoas mais humildes, mais simples, que tenho recebido as dádivas mais "valiosas". Generosamente, sem esperarem nada em troca, têm-me dado amizade, carinho, ternura... e um ombro para chorar. É a algumas delas que dedicarei alguns dos meus próximos textos. Não publicarei os retratos com os seus rostos porque o que de mais belo têm são as suas "almas".

Olinda

Os cabelos curtos de tom escuro emolduram um rosto de tez clara e mimosa onde o tempo ainda não deixou as marcas da sua passagem. Não necessita de artefactos para realçar o seu encanto natural. Os seus olhos castanhos iluminam-se e a sua boca abre-se num sorriso espontâneo, terno, quase pueril, quando fala das “suas meninas” ou sempre que evoca as recordações de um passado longínquo e feliz.
Sincera, amiga, quase irmã, mantém a pureza de sentimentos das pessoas humildes criadas no campo e que a vida citadina não conseguiu corromper. Abomina a mentira e a hipocrisia. A palavra “egoísmo” não faz parte do seu vocabulário. Parte e reparte o pouco que tem. A sua ambição confina-se a um tecto, a uma porta que faça fronteira com a natureza e a um pedaço de terra onde possa semear e colher as plantas que trata por tu...
Enfrenta a vida com coragem e determinação. O trabalho não a amedronta. Enquanto tiver saúde para se mover e a ajuda de Deus, o futuro não será pior do que o presente.
Nos momentos de desalento sonha... sonha com a sua infância no campo, entre plantas e flores. Sonha com a sua adolescência, com os amigos e com as canções que cantava no coro paroquial. As cores, os perfumes e os sons do passado são salpicos de felicidade na sua vivência presente.
Olinda... ou o seu nome era um presságio da pessoa que viria a ser ou esta mulher encantadora teima em fazer jus ao nome que lhe foi dado...

Profª Maria João Marques

2 comentários:

Anónimo disse...

muitos parabéns professora.
O texto sobre a professora Olinda está muito, muito, muito "fixe".
Adorei o texto...

beijos para:
profª Mª João, autora deste belo texto...
profª Olinda, a quem o texto é dedicado.

Inês 7º B Nº 10

Profª Maria João Marques disse...

Boa tarde, Inês :-)

Fico muito contente por teres gostado de ler o meu texto. :-)
Há, no entanto, uma "correcção" que quero fazer. A Olinda a que me refiro não é a professora Olinda da nossa escola, apesar de reconhecer que também ela possui excelentes qualidades humanas.
Já agora, deixo aqui um desafio... E que tal tentarem fazer um "retrato" de alguém que admiram e que conhecem bem? :-)

Um beijo*