quarta-feira, 9 de abril de 2008

SWEET ANGELS - Capítulo X

Capítulo X - De Viagem!

Era quinta-feira. Sora estava na escola a ouvir o professor de Ciências Naturais a falar. Estava a falar sobre uma visita de estudo, ou melhor, sobre um acampamento.
- Meninos - dizia o Professor - vão ter uma visita de estudo que será um acampamento numa floresta para recolherem diversas informações. A viagem e o acampamento terão uma duração de 5 dias todos fora da cidade. Devem levar a vossa tenda, saco cama, mudas de roupa, coisas de higiene,… Ah! E não se esqueçam de levar lanternas e alguns mantimentos para partilhar. A partida é na próxima segunda-feira.
- Para que parque de campismo vamos? - pergunta Kazumi - Eu não fico em qualquer um!
O professor revira os olhos e responde:
- Vamos para a floresta. Uma floresta que fica na Áustria e, esqueci-me de vos dizer, vamos de avião. Tragam as autorizações amanhã para a aula.
Toca para fora. As aulas acabaram naquele dia. Sora, Yuki e Emiko vão ter com Kaori e com os rapazes, pois eram de outras turmas do mesmo ano.
- Olá! - diz Sora - o vosso professor de Ciências já falou convosco sobre irmos acampar?
- Sim! Vai ser de mais! Eu acho que vou e vocês? - pergunta Yutaka.
- Achas que eu ia perder esse acampamento? - pergunta Sora.
- Eu acho que não. Vamos falar com os nossos pais e fazer as malas. - disse Yutaka - Encontramo-nos no McDonald’s daqui a uma hora e meia. OK?
- Sim Chefe! - responde Kaori no gozo.
Foram todos para casa. Os pais concordaram todos, uma vez que era uma visita de estudo.
Uma hora depois, estavam todos no McDonald’s.
- Que bom! Vamos todos! Mal posso esperar por segunda-feira! - diz Emiko.
- Mas vais ter de conseguir! - Responde Yuki.
Depois de uma "longa" espera, chegou o dia ansiado. Estavam todos no aeroporto a fazer o Check-In. Estavam todos muito atarefados. Pouco depois, foram para os detectores.
- Bem, ponham aí as mochilas, as malas, os relógios e tudo o que for de metal.
- Eu não vou tirar o meu cinto! Assim, as calças caem-me! Eu não quero mostrar os boxers! - exclama Haku!
- Tira-o Imediatamente - ordenou o professor.
Haku tirou o cinto, puxou as calças de ganga para cima e segurou-as com as mãos.
Todos puseram as mochilas nuns caixotes para passarem no raio X. De repente, o senhor dos detectores de metais e raios X gritou:
- Parem imediatamente essa mochila.
O senhor tirou a mochila dos raios X e abriu-a.
- O que é que está a fazer com a…
Os outros alunos rebentaram de riso. Dentro da mochila estava um enorme frasco de laca e outro de gel, a “PlayStation 2” e um jogo chamado “Kingdom Hearts”, fraldas, roupa, boxers, o saco cama, uma lanterna, um lençol branco e uma revista da Barbie.
- Para que são as fraldas? - perguntou Sora com difilculdade, pois não conseguia parar de rir.
- Para os animais, para eles não sujarem a nossa zona de acampamento. - respondeu Haku, vermelho.
- E a revista da Barbie? - perguntou Emiko, pegando na revista com as pontas dos dedos.
- É para os fantasmas lerem… - respondeu Haku.
- Não inventes…Primeiro os fantasmas não existem, segundo, se não existem, não lêem, por isso, quem vai ler essa revista és tu. INFANTIL! - exclama Yuki.
- Ao menos leva a PlayStation 2, apesar de não ter onde a ligar! E, se tem o jogo de Kingdom Hearts, é cá dos nossos! - exclama Kaori.
- Deixem o miúdo em paz! - exclama o professor - Ele não traz nada de ilegal, pois não?
- Não - responde o senhor - Ele pode passar! Só estranhei um miúdo da idade dele trazer fraldas. Mas podem passar.
Uma hora mais tarde já estavam dentro do avião. No avião, os bancos eram de três lugares. Sora ia com Emiko e Yuki nos bancos 21 A, B e C. No banco atrás ia Kaori com Kanata e mais uma rapariga da turma de Kaori chamada Akira. No banco à frente ia Yutaka, Haku e mais um rapaz chamado Hideki. Sora ia no seu sítio favorito, ou seja, do lado da janela. Tinha o nariz colado aos vidros.
Uma televisão desceu do tecto do avião. Antes de começar a passar qualquer filme, ouviu-se o piloto do avião a falar.
-Bem -vindos a bordo. Já sabemos que todos os passageiros a bordo são de uma escola. Espero que façam uma boa viagem e desfrutem da maravilhosa paisagem. Queiram estar atentos às normas do avião. Depois, passaremos episódios de um anime que todos conhecem: “Naruto”.
As normas do avião começam a passar na televisão. Era mais um filme com as regras. Um barulho intenso percorre o avião. O motor começara a aquecer.
- Estou nervosa. Acho que vou enjoar. - diz Emiko que está no banco do meio.
- Não vais nada! É giro! Vais adorar andar de avião. Vais querer repetir! - responde Yuki.
- O pior é a aterragem. Têm à mão os rebuçados que compraram no aeroporto? - pergunta Sora.
-Aqui estão eles! - responde Emiko.
O avião começa a fazer marcha atrás. Ouve-se mais uma vez a voz do piloto.
- Para a descolagem, mantenham os cintos colocados e bem apertados. Mantenham as cadeiras na posição vertical. Para isso, cliquem no botão que está no vosso apoia-braços. Certifiquem-se de que os tabuleiros estão devidamente colocados no sítio, ou seja, na posição vertical. E, mais uma vez, boa viagem.
O avião pára novamente. A hospedeira vem fechar as bagageiras. Da janela de Sora vê-se um avião a descolar. A janela de Sora ficava um pouco atrás das asas. Tinha uma boa vista para o exterior. O avião ainda não tinha começado a andar novamente. As asas do avião mudam de forma. Passam para a forma de descolagens e aterragens. O avião recomeça a andar em direcção à pista. À sua frente, estão mais quatro aviões à espera da sua vez para descolar.
- Olhem… há quem diga que, ao descolar, se estiver com a cabeça colada a cadeira não se enjoa. Mas eu sugiro que se mantenham na posição vertical, ou seja, com a cabeça no buraco da janela. Ah! Mais uma coisa! Rebuçados na boca! - exclama Sora.
Finalmente, chega a vez do avião deles. A torre de controlo dá o sinal e o avião avança na pista. A sua velocidade é cada vez maior. Pouco depois, deixa-se de sentir o chão debaixo dos pés. O avião acaba de levantar voo e fura o céu a toda a velocidade (aproximadamente 700 Km/h).
- É demais! Já tinha saudades disto! - exclama Sora.
- Podes crer! - responde Yuki.
- Eu não sabia que isto era assi…
- SALVEM-ME! ESTÁ A FALTAR-ME O AR! - ouve-se alguém gritar. Sora apercebe-se de que quem está a gritar é Haku. Pela sua reacção (aos gritos) percebe-se que deve ser a sua primeira viagem de avião.
O tempo passa lentamente. Kaori tira fotografias. No banco à frente está um alarido total devido a Haku. O avião pára de subir passado algum tempo. Está a 10 000 metros de altura, aproximadamente. Como o tempo em Osaka estava encoberto, lá em cima viam-se bonitas nuvens. Sora pensou que o avião tinha entrado no Céu onde ela era aprendiz de anjo. Os episódios de Naruto começaram a passar no avião. A hospedeira pousou as comidas nos tabuleiros.
- O que é que queres para beber? - perguntou alguém.
Sora apercebeu-se de que a das bebidas estava a chegar. Sora pediu uma Coca-Cola.
Comeram animadamente sem grandes alaridos. Pouco tempo depois aterraram. Tinham chegado ao seu destino.

Catarina, 7º B

5 comentários:

Profª Matilde disse...

Catarina:

És uma "sweet" escritora.

Que as abelhinhas nunca te abandonem...

Um beijinho e parabéns.

Continua.

CLUBE DAS LÍNGUAS VIVAS disse...

És uma fonte inesgotável de imaginação :-)

Parabéns!

Anónimo disse...

Boa noite, Catarina :-)

Continuas insuperável! Parabéns!

(Este "incidente" no aeroporto trouxe-me à lembrança uma situação "caricata" que se passou comigo, no aeroporto de Heathrow, antes de uma viagem de regresso de Londres. Sorri ao relembrá-la...:-)

Um beijo

Profª Mª João Marques

Profª Eufémia disse...

Catarina:

É muito bom "viajar" por estas tuas histórias.

Parabéns !

Catarina disse...

Muito Obrigada!
Novo Capítulo a caminho!

Catarina Matos Vieira, nº5, 7ºB