segunda-feira, 14 de abril de 2008

Uma Imagem... Uma Memória...

O lago da casa de meus pais...

Memória líquida de um tempo sólido em que não sabia ainda que a felicidade era volátil...

Profª Mª João Marques

2 comentários:

Prof. António disse...

Uma frase com esta beleza bem merecia uma felicidade não volátil para a sua autora.

Anónimo disse...

"O lago da casa de meus pais"
Onde os nenúfares cresciam livremente
E o sol os beijava timidamente
É o confidente de tantos dos meus ais.

Nele desenhei os mais belos castelos
Que em nada a outros são iguais
"O lago da casa de meus pais"
Cheirava a lírios azuis e amarelos.

Escrevi poemas,e poemas e coisas mais...
Com eles bordei a sua cercadura
"O lago da casa de meus pais"
É para mim a mais linda moldura.

Isto é para ti Maria João. Desculpa. Mereces mais. Um beijo. Guida