segunda-feira, 23 de junho de 2008

Em noite de S. João...

Foste para o S. João
Não me levaste contigo...
Sou um vazio balão,
Manjerico sem abrigo!

Quando a fogueira saltares,
Lembra-te do fogo ardente
Que há em nossos olhares
Sempre que estás presente!

No meio da multidão,
Se sentires uma gotinha,
Não será de orvalho, não!
Será uma lágrima minha...

1 comentário:

Prof. Silva Neves disse...

Mas que quadras deliciosas.

Apreciei e comovi-me :(

Parabéns ao (à) autor(a)