quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Antes do Concurso... De novo o Carnaval!

A Origem do Carnaval

São várias as versões sobre a origem da palavra Carnaval. No dialecto milanês, Carnevale quer dizer " o tempo em que se tira o uso da carne ". No Brasil, o evento é a maior manifestação de cultura popular, mas na sua origem, surge basicamente como uma festa de rua.
Todo mundo pensa que o Carnaval é uma festa com origens no Brasil. Mas toda essa farra existe desde a Antiguidade e vem de muito longe.
O Carnaval originário tem início nos cultos agrários da Grécia, de 605 a 527 a.C. Com o surgimento da agricultura, os homens passaram a comemorar a fertilidade e produtividade do solo.
O primeiro foco de concentração carnavalesca localizava-se no Egipto. A festa era nada mais que dança e canções em volta de fogueiras. Os foliões usavam máscaras e disfarces simbolizando a inexistência de classes sociais.
A tradição espalhou-se pela Grécia e Roma, entre o século VII a.C. e VI d.C.
Em seguida, o Carnaval chega em Veneza para, então, se espalhar pelo mundo. Diz-se que foi lá que a festa tomou as características actuais: máscaras, fantasias, carros alegóricos, desfiles...
É só em 1545, no Concílio de Trento, que o Carnaval é reconhecido como uma manifestação popular de rua. Em 1582, o Papa Gregório estabelece as datas do Carnaval. O motivo da mobilidade da data é não coincidir com a Páscoa Católica. O domingo de Carnaval é sempre no 7º domingo que antecede ao domingo de Páscoa.

O Carnaval brasileiro surge em 1723, com a chegada de portugueses das Ilhas da Madeira, Açores e Cabo Verde. A principal diversão dos foliões era atirar água aos outros. O primeiro registro de baile é de 1840.
Em 1855 surgiram os primeiros grandes clubes carnavalescos, precursores das actuais escolas de samba. No início século XX, já havia diversos cordões e blocos, que desfilavam pela cidade durante o Carnaval. A primeira escola de samba foi fundada em 1928 no bairro do Estácio e se chamava “Deixa Falar”. A partir de então, outras foram surgindo até chegarmos à grande festa que conhecemos hoje.
O Carnaval caracteriza-se por festas, divertimentos públicos, bailes de máscaras e manifestações folclóricas. Na Europa, os mais famosos Carnavais foram ou são: os de Paris, Veneza, Munique e Roma, seguidos de Nápoles, Florença e Nice.
Pesquisa feita por Andreia Nunes, nº 7, 5º D

1 comentário:

Prof. Cipriano disse...

Bom trabalho de investigação Andreia.

Já agora, acrescenta aos Carnavais mais famosos da Europa os de Ovar e Torres Vedras :):):)