segunda-feira, 12 de maio de 2008

Queda do Império...

Impossível "reviver" a época dos Descobrimentos e não recordar a belíssima canção de Vitorino "Queda do Império".
Vale a pena relembrá-la ou ouvi-la pela 1ª vez.


(Ligar o som e clicar sobre a imagem)

Perguntei ao vento
onde foi encontrar
mago sopro encanto,
nau de vela em cruz.
Foi nas ondas do mar
do mundo inteiro,
terras de perdição,
parco Império, mil almas
por pau de canela e marzagão.

Pátria de negreiros
tira e foge à morte,
que a sorte é de quem
a terra amou
e no peito guardou
cheiro a mata eterna,
laranja Luanda sempre em flor.

4 comentários:

Prof. António disse...

Esta é uma das "minhas".

Ouvia-a, vezes sem conta, na década de 80.

Lindo!

Prof. Cipriano disse...

Excelente "associação".

Pena que os nossos navegadores não a tenham podido levar consigo :)

Prof. Eleutério disse...

"...parco Império, mil almas
por pau de canela e marzagão."

Este é o verdadeiro lado da História,
que nem sempre nos era contado da melhor forma...

Prof.Máximo Afonso disse...

O vídeo está excelente.

E esta música é das que nunca se esquece.